Hepatite infecciosa canina – o que é, seus sintomas e tratamento

A hepatite infecciosa canina (HIC) é uma doença grave que pode levar os cães à morte. Sendo mais comum em cachorros filhotes, ela apresenta sintomas variados e precisa de acompanhamento veterinário.

E então, pronto para saber mais detalhes sobre essa enfermidade e deixar seu cãozinho mais saudável? Siga conosco!

O que é a hepatite infecciosa canina?

Também chamada de Doença de Rubarth, a HCI é causada por um vírus denominado adenovírus canino tipo I e ataca o fígado dos cachorros.

Ela pode ser dividida em três tipos básicos:

  • aguda: com sintomas bem definidos, pode ser curada depois de cinco ou sete dias de tratamento;
  • subclínica ou crônica: apresenta sintomas leves e, em geral, é combatida de forma espontânea pelo organismo do animal;
  • hiperaguda: é o pior tipo da doença, desenvolvendo-se de modo intenso e, quase sempre, causando a morte. Apresenta poucos sintomas.

Como ocorre o contágio da doença?

Independentemente do tipo da hepatite infecciosa canina, ela é transmitida por meio do contato do animal saudável com um cão doente. Isso ocorre pela saliva, pelas fezes, pela urina e, até mesmo, por objetos compartilhados.

Desse modo, é muito importante ficar atento ao local para onde você leva seu cachorro. Evite espaços muito aglomerados, principalmente se o pet ainda é filhote.

Outra forma de contrair a doença é por meio de pulgas ou carrapatos. Ou seja, é mais do que necessário cuidar de forma constante da saúde do animal, tendo atenção à pelagem e aos momentos do banho. Também é importante utilizar remédios específicos para a prevenção desses parasitas.

Ela apresenta risco para humanos ou outros animais?

Apesar de grave, a hepatite infecciosa canina não pode ser transmitida para humanos, gatos ou outros animais. Ela afeta apenas os cachorros. Desse modo, caso você tenha mais de um cão na mesma casa, deve ter atenção redobrada com o cuidado dos peludos.

Quais os principais sintomas da hepatite infecciosa canina?

Depois de entender os aspectos gerais da doença, chegou o momento de saber quais são os seus sintomas. Assim, será mais fácil identificar qualquer problema de forma rápida, evitando complicações futuras.

De forma geral, os cães com HIC apresentam:

  • febre;
  • apatia;
  • sede intensa;
  • diarreia;
  • vômito;
  • tosse;
  • sangramentos;
  • ínguas.

Como é o tratamento e a prevenção da doença?

Por ser uma doença viral, o tratamento da hepatite infecciosa canina exige repouso e o fortalecimento do sistema imunológico do animal. Desse modo, pode ser necessário modificar a alimentação para incluir mais vitaminas no organismo e diminuir as proteínas.

Hidratação é outro fator importante e, em alguns casos, pode ser necessário o uso de antibióticos para tratar infecções oportunistas.

Porém, o tratamento mais adequado será dado pelo veterinário depois da realização de exames de sangue (forma mais segura de identificar o problema).

Fora isso, a vacinação polivalente (V8 ou V10) é a maneira efetiva de prevenir o surgimento da enfermidade no seu pet. Ela deve ser aplicada em filhotes, e a dose é reforçada anualmente.

Depois de tudo o que explicamos, deu para perceber que com a saúde do seu cãozinho não se brinca. A hepatite infecciosa canina é apenas uma dentre as várias doenças que podem afetar o pet e trazer sérias consequências para o bem-estar deste.

Portanto, mantenha sempre em dia a carteira de vacinação do seu companheiro peludo e, caso note qualquer alteração de comportamento, não hesite em procurar um veterinário.

Gostou do texto de hoje? Então, compartilhe-o nas redes sociais com seus amigos!

Recomendado para você

Sobre o autor: Bárbara Valdez

Redatora por paixão e profissão. Gosta de gente, mas prefere os livros. Suas qualidades: adora gatos e é viciada em filmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *